Número total de visualizações de página

quinta-feira, 1 de março de 2018

Uma mesa com recheio


"Até amanhã se Deus quiser." 
Despedia-se assim, com esta fé diluída num chá Bekunis que bebia antes de ir dormir. A cozinha limpa e arrumada, a mesa do conduto recheada. Na gaveta da mesa repousava um campo energético capaz de rivalizar com o Nirvana e que a levaria a abrir e fechar sem descanso,  para arrelia da avó Felicidade.
 A parte feminina daquela cozinha era a pequena mesa de madeira rectangular, com uma gaveta a toda a largura e com a profundidade necessária para cumprir o propósito, de guardar comida. A mesa do conduto.
Lá dentro, invariavelmente, havia um pratinho com meia-dúzia de jaquinzinhos, sobras do almoço, chouriço cozido, touchinho frito, omelete de espigos ou uma marmita de alumínio com batatas fritas às rodelas com cebola e pimentos, um queijinho curado, enroladinho num pano com azeite para ficar macio e outras coisas que deixo por lembrar.
A mesa do conduto, da avó Felicidade, foi certamente o protótipo das roulotes de petiscos.
Era vê-la, à gaveta, num abre e fecha impulsionado pela curiosidade, o hábito, a gulodice, o prazer de petiscar. Os croquetes de bacalhau sabiam muito melhor no descanso da gaveta. O avô Barradas preferia o toucinho frito, sempre do dia seguinte. Havia preferências para o gosto de cada freguês.
E na minha imaginação de criança, a gaveta do conduto parecia ter vida. Houve noites em que sonhava que me entalava os dedos como forma de castigo.
 A pequena mesa sobreviveu à avó, ao avô, ao passar do tempo. Está, hoje, numa espécie de convalescença, num lugar que deixámos de frequentar. Não está esquecida. Tem nome próprio, seguido de apelido.

NB

A avó Felicidade com uma das minhas filhas junto à mesa do conduto

2 comentários:

  1. Fico sem palabras
    Apenas olhando a foto retrocedendo no tempo ❤❤❤
    Prima Felicidade
    " como lhe chamávamos em casa "

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom ter-lhe permitido este "encontro" com o passado e a minha querida avó Felicidade. Não sei a quem me dirijo, mas receba um beijinho.

      Eliminar

Mania de escrever

Mania de escrever
Aqui pratica-se a mania de escrever